Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Ciop atua estrategicamente em operações do final do ano


Início do conteúdo da página
Notícias Gerais

Ciop atua estrategicamente em operações do final do ano

  • Publicado: Sexta, 20 de Dezembro de 2019, 09h50
  • Última atualização em Sexta, 20 de Dezembro de 2019, 10h43
imagem sem descrição.

Videomonitoramento proporciona serviço preventivo de segurança pública na RMB e interior do Pará

 O Centro Integrado de Operações (Ciop), órgão que integra as seis instituições que compõem o sistema de segurança pública do Estado (PM, CBM, PC, Seap, Detran e CPC Renato Chaves), realiza o serviço proativo de videomonitoramento, sendo que profissionais de segurança pública operam 211 câmeras, sendo 10 na ponte da Alça Viária no Rio Moju, para acompanhar as obras, e 201 câmeras distribuídas estrategicamente na Região Metropolitana de Belém (RMB), sendo que, na capital paraense são distribuídas em 28 bairros, além de Ananindeua, Icoaraci, Ilha de Mosqueiro, Marituba e Outeiro, em complemento às operações realizadas no Ciop. As imagens também podem subsidiar processos e procedimentos investigatórios. Ainda, frisa-se que há oito câmeras de videomonitoramento destinadas à Susipe, com monitoramento e operação deles. As imagens também podem subsidiar processos e procedimentos investigatórios.

Segundo o diretor do Ciop, coronel PM Luiz Carlos Rayol de Oliveira, a Centro está operando com foco na “Operação Boas Festas 2019”, tendo o serviço de videomonitoramento um olhar estratégico para as áreas comerciais da RMB. “Preparamos um mosaico no Ciop com 43 câmeras para monitorarmos os principais bairros comerciais: Campina, Cidade Velha e Comércio”, ressalta o diretor.

Ainda, o gestor destaca que há uma média de 10 videomonitoradores que trabalham em quatro turnos fechando o serviço 24 horas no Ciop, além do reforço também nos Núcleos Integrados de Operações (Niops). “Estamos disponibilizando um reforço no efetivo do videomonitoramento  em Salinas, município que aumenta o fluxo nas festas de final de ano. Ainda, estamos trabalhando ativamente e atentamente com o videomonitoramento na RMB, nos Niops além do Call Center 190, de modo que o atendimento seja possível com maior número de atendimento e mantendo a qualidade. No videomonitoramento estamos com uma vigilância intensiva pelas câmeras, com olhar atento aos grandes centro comerciais, porque são lugares mais vulneráveis nesse período do ano. E o nosso objetivo segue que é monitorar as principais vias públicas, de modo a complementar as ações operacionais e estratégicas na área de segurança pública”, destaca coronel Rayol.

Além da RMB, o videomonitoramento acontece no interior do Pará com 156 câmeras distribuídas nos municípios de Altamira (50), Capanema (05), Castanhal (23), Paragominas (30 - em parceria com a prefeitura), Salinópolis (28), Santarém (20), todas essas administradas pelos núcleos regionais, sob a supervisão da Coordenação de Núcleos Regionais do Ciop.

 JANEIRO A OUTUBRO DE 2019: BALANÇO DO VIDEOMONITORAMENTO

Destacam-se entre as ocorrências visualizadas pelo videomonitoramento, na RMB, de janeiro a outubro de 2019, acidentes de trânsito e atitudes suspeitas. Confira o ranking das 05 principais ocorrências flagradas pelo videomonitoramento, na RMB:

1) Acidente de trânsito;

2) Atitude suspeita;

3) Consumo/tráfico de drogas;

4) Furto/roubo;

5) Manifestação.

Veja, a seguir, o percentual de ocorrências geradas via videomonitoramento, de janeiro a outubro de 2019: 1) Janeiro: 21,12%, 2) Fevereiro: 15,02%, 3) Março: 20,65%, 4) Abril: 12,67%, 5) Maio: 6,57%, 6) Junho: 7,51%, 7) Julho: 4,22%, 8) Agosto: 7,51%, 9) Setembro: 0%, 10) Outubro: 4,69%.

Texto: Edenice Pereira (Ascom CIOp)

Foto: Leandro Santana

registrado em:
Fim do conteúdo da página